Geometria Veicular: saiba tudo desse serviço essencial

Se você percebe seu caminhão puxa para a direita ou esquerda quando solta o volante por um curto período de tempo, é a hora de verificar o alinhamento do seu veículo. O alinhamento é um ajuste feito nos ângulos das rodas, para mante-las perpendiculares ao solo e paralelas entre si. Além disto, um alinhamento irregular causa um maior desgaste ao pneu e pode causar danos à suspensão, direção e rodagem.

A perda do alinhamento dos pneus ocorre no dia a dia, quando passamos por buracos ou em choques na pista, por exemplo. Hoje vamos entender um pouco mais sobre a importância do alinhamento correto e em dia.

Fazer alinhamento dos pneus é importante?

É essencial. O alinhamento dos pneus previne o seu desgaste irregular aumentando assim sua vida útil, e isso ocorre, pois, uma parte tem mais contato com a pista do que a outra. Além de reduzir o atrito do pneu no solo, contribui para a economia de combustível, e melhora o deslocamento do veículo, dando mais segurança ao dirigir.

Geralmente é feito junto com o balanceamento, pois os resultados dos serviços podem interferir um no outro e possuem muitas causas em comum. O procedimento de alinhamento dos pneus é bem rápido, cada eixo demora cerca de 30 minutos para ser executado.

Por que um veículo pode perder o seu alinhamento?

O alinhamento é danificado, geralmente, devido ao choque do pneu em buracos, tartarugas, com uma calçada e até mesmo passando acima da velocidade em lombadas. Quanto mais forte for o impacto, maior será o efeito sobre o alinhamento e pneus, que se desgastam mais rapidamente, comprometendo o desempenho do veículo. Isso fará com que você tenha que trocar os pneus antes do esperado.

As buchas de borracha, responsáveis pelo alinhamento, se desgastam com o tempo e com o uso, além de serem danificadas por esses impactos e trepidações. Também o braço tensor, conectado ao eixo, perde a regulagem e pode precisar de reparos. Essas alterações fazem com que os pneus toquem a pista com uma parte menor da banda de rodagem ou se direcionem para sentidos diferentes uns dos outros.

O desalinhamento dos pneus pode acontecer por variações de três angulações diferentes: convergência, câmber e cáster.

- Convergência

A convergência, ou divergência, está relacionado ao ângulo horizontal das rodas. Quando estão convergentes, os pneus dianteiros estão voltados para o lado de dentro do veículo e os traseiros, para fora. Na divergência é ao contrário, os pneus dianteiros ficam direcionados para fora.

O mais comum dos tipos de desalinhamento, direcionando os pneus em sentido diferente ao do veículo, aumentando seu desgaste e sobrecarregando o motor. É esse o tipo de desalinhamento que causa a sensação de que o volante está puxando para um lado específico.

Quando fazer o alinhamento dos pneus?

O alinhamento deve ser feito em todas as revisões periódicas estipuladas pelo fabricante do seu veículo, que geralmente é a cada 10mil km rodados, quando substituir os pneus ou perceber um desgaste irregular.

Além disso, existem algumas situações que caso aconteçam com você, o alinhamento deve ser realizado: sempre após um impacto forte contra buracos ou outros objetos, sempre que substituir algum elemento da suspensão ou da direção e quando notar que o veículo está tendendo a ir mais para um lado ou com dificuldade de se manter na trajetória.

O alinhamento dos pneus é um serviço de manutenção que acerta os ângulos das rodas em relação a seus respectivos eixos e suspensão, e ao solo, equilibrando o centro de gravidade do veículo, eliminando o atrito excessivo dos pneus e mantendo todos os componentes perfeitamente encaixados. Mantendo as angulações dentro dos padrões determinados pela fabricante do veículo, você só tem a ganhar, pois influencia diretamente na conservação e eficiência de vários componentes, e faz muita diferença no desempenho do caminhão.