Processo de fabricação Entenda como funciona

  1. 1 Recebimento / limpeza / secagem

    A entrada de todos os pneus para reforma é controlada através de código de barras. Os produtos são armazenados em local apropriado, assim que a empresa os recebe. Para melhor identificação e inspeção das carcaças, é feita a limpeza, facilitando os sucessivos setores da reformadora. Os pneus diagonais, depois de limpos, são direcionados para a estufa, a fim de retirar toda a umidade retida na carcaça.

  2. 2 Exame inicial

    Para garantir um produto com total qualidade e segurança, é feita a seleção das carcaças que estão realmente em condições para receber a reforma ou conserto.

  3. 3 Raspagem

    Nesta etapa, a parte remanescente da banda de rodagem é removida, deixando a carcaça com as dimensões corretas para aplicação de uma nova banda.

  4. 4 Escariação

    Novamente a carcaça é limpa e, em seguida, todas as avarias que a atingiram são preparadas, sejam elas no talão (dano superficial, atingindo apenas a borracha), flancos, ombros ou banda de rodagem.

  5. 5 Aplicação de conserto

    A região avariada da carcaça volta a sua resistência original, através da aplicação de reparos especiais.

  6. 6 Aplicação de cola

    Para iniciarmos esta etapa, a carcaça passa por uma reavaliação às etapas anteriores. Após esta análise, uma cola especial é aplicada e facilita a união do camelback ou da ligação do pré-moldado com a carcaça.

  7. 7 Enchimento

    As avarias escariadas são preenchidas com uma borracha especial, com controle de temperatura, e são niveladas com a superfície da carcaça.

  8. 8 Preparação/Aplicação de banda de rodagem

    A banda pré-moldada/camelback é preparada para a aplicação na carcaça, de acordo com suas características e dimensões. Após esta etapa, é reposto ao pneu a borracha desgastada na rodagem e na raspagem.

  9. 9 Vulcanização

    O camelback é vulcanizado à carcaça e estampado um novo desenho, através de matrizes, à banda de rodagem. Já no sistema pré-moldado, é vulcanizada a nova banda de rodagem com desenhos já pré-fabricados à carcaça.

  10. 10 Inspeção final

    Para garantir que o pneu reformado esteja em conformidade com os padrões de qualidade da empresa, é feita a inspeção final do material. Estando tudo conforme planejado, o pneu está apto para ser entregue ao cliente.