Sustentabilidade

A reforma de pneus é uma atividade ecologicamente correta, porque impede o descarte prematuro do produto e devolve a ele as mesmas condições de segurança e desempenho. Além disso, a recauchutagem é um processo que economiza energia e recursos cada vez mais escassos na natureza, além de ser uma atividade não poluidora. Seus resíduos sólidos são reciclados por outras indústrias e se transformam em novos produtos.

sustentabilidade

O pneu reformado possui rendimento quilométrico semelhante ao novo, mas oferece custo cerca de 70% mais baixo. O processo de reforma gera uma economia de 80% de energia e matérias-primas em relação à produção de pneus novos. Somado a esses benefícios está a economia de petróleo, que chega a 57 litros para cada pneu de caminhão ou de ônibus reformado. Isso significa que todo ano cerca de 500 milhões de litros de petróleo são poupados através da recauchutagem.

Outro ponto importante é que como no Brasil cerca de 60% da produção é transportada pelo modal rodoviário, a economia gerada pela reforma de pneus acaba tendo reflexo no preço dos produtos para o consumidor final.