COMO O PROCESSO DE RECAUCHUTAGEM DE PNEUS PODE CONTRIBUIR COM O MEIO AMBIENTE


A recauchutagem de pneus, além trazer economia e segurança para empresas que lidam com transportes e frotas de cargas, tem ainda uma vantagem que beneficia a todo o nosso planeta: o fato de ser uma solução ecológica para o aumento no número de pneus descartados diariamente.


Segundo dados da ANIP (associação nacional da indústria de pneumáticos), em 2016 foram produzidos 67.8 milhões de novos pneus, de todos os tipos, no brasil. Só pneus de carga somaram o total de 7.4 milhões unidades. E estima-se que metade dessa quantia seja descartada, no mesmo período, de forma indevida: antes da hora e de maneira errada.


O tempo correto de decomposição de pneus é desconhecido, mas estima-se que cada um deles pode levar até 600 anos para se decompor na natureza. E como fazer para que o descarte dessas carcaças de pneus usados não se torne um enorme problema ambiental? A resposta é simples: reformando esses pneus até quando for seguro!


Sustentabilidade


A sustentabilidade é um tema atual que muito tem sido debatido por todos os seguimentos de mercado. É importante que, mais do que pensar apenas em lucro, as empresas estejam também preocupadas em como seus produtos devem ser utilizados e descartados de modo a não agredir de forma excessiva o meio ambiente.


A recauchutagem de pneus é um processo que alia economia e ecologia se encaixando perfeitamente no conceito de sustentabilidade. Ao reformar um pneu você estende sua vida útil e diminui consideravelmente a quantidade de carcaças de pneus usados descartadas.


Cada pneu, se passar por processos de qualidade, pode ser recauchutado por até três vezes. Ou seja, com um único pneu reformado você economiza três novos pneus que gastariam muito mais matéria prima para serem produzidos, e três carcaças a menos jogadas na natureza prematuramente.


Cada recauchutagem de um pneu economiza em média 57 litros de petróleo. Mil reformas são capazes de economizar o suficiente para abastecer 200 caminhões. Considerando que o petróleo é um recurso natural não renovável e caro, desde sua extração ao seu preço de compra, a economia desse material é de suma importância.


Brasil Consciente


O brasil hoje ocupa o segundo lugar no ranking de países que mais reformam pneus, ficando atrás apenas dos estados unidos. Todos os dias rodam por nossas estrada, rodovias e cidades milhares de veículos com pneus recauchutados como ônibus urbanos e escolares, caminhões e aviões de todos os tipos, táxis e carros de passeio.


A Recauchutagem


A recauchutagem, processo de reforma de pneus, possibilita a reutilização de pneus usados. Para isso ele passa por inspeções iniciais, que identificam se o mesmo possui condições, ou não, de ser reformado, e finais, que garantem a segurança, cumprindo as recomendações das normas vigentes.


O processo de recauchutagem consiste na substituição da banda de rodagem do pneu, adicionando a eles novas camadas de borracha. O procedimento economiza cerca de 80% de energia e de matéria prima comparado a produção de um pneu novo, utiliza energia limpa, não gera nenhum tipo de efluente e os resíduos sólidos são 100% recicláveis.


E é importante lembrar que, mesmo com toda essa economia de materiais, a recauchutagem proporciona aos reformados a mesma durabilidade e segurança de um pneu novo. Em resumo, menor custo financeiro e de matéria prima com uma qualidade equivalente.


O descarte correto para pneus


Alguns pneus, devido à gravidade das avarias apresentadas, ou a quantidade de recauchutagens a que já foram submetidos, são irreparáveis e não podem ser reformados. Nesses casos, a resolução 416/09 do CONAMA (conselho nacional do meio ambiente) define que é obrigação dos importadores e fabricantes de pneus dar a correta destinação a essas carcaças.


Para isso existem pontos de coletas, que podem ser os próprios locais de revenda, ou disponibilizados pelas prefeituras municipais, onde serão recolhidos pneus vindos de limpeza pública, diretamente de borracheiros e reformadores ou devolvidos pela própria população.


Esses pneus devem ser recolhidos pelas fabricantes e podem ser reciclados, tornando-se matéria prima. Esse material pode ter inúmeras utilidades, entre elas cobrir quadras esportivas e áreas de lazer, a fabricação de tapete para automóveis, solados de sapatos, colas, rodos domésticos e tiras para a indústria de estofados.


Agora que você já descobriu todas as vantagens de recauchutar um pneu, até para o meio ambiente, não perca mais tempo, faça hoje mesmo um orçamento conosco.


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo